terça-feira, maio 16, 2006

O General sem medo



Comemorou-se ontem os 100 anos do nascimento de um Homem de excepção. Falo do General Humberto Delgado, que pela sua coragem ficou conhecido como o general sem medo. Essa coragem foi ao ponto de proferir em público que demitiria o presidente do Conselho, Oliveira Salazar, caso ganhasse as eleições presidênciais de 1958. Claro que essa coragem e verticalidade custou-lhe a vida. Perdeu as eleições, foi para o exílio e algum tempo mais tarde foi atraído para uma emboscada, tendo sido assassinado pela PIDE numa localidade Espanhola próxima da fronteira.

Publiquei este post, porque temos muito a aprender com homens como este. Nos dias de hoje, quantas vezes nos acobardamos em expressar uma opinião, com o medo de sermos marginalizados pelos nossos amigos ou até familiares. Este Homem teve a coragem de defender o que achava correcto, tendo perfeita consciência que essa atitude lhe poderia custar a vida.

Por isso fica este post.

1 comentário:

prenes disse...

Humberto Delgado é sem duvida uma referência na história de Portugal, foi um homem que proferiu por diversas vezes “se for preciso dou a minha vida pela liberdade” numa altura em que o país estava sobe um regime patético de controlo da verdade, e por ironia do destino foi vítima dessa ditadura hipócrita.
Nos dias de hoje cada vez mais sinto a falta de pessoas como o mesmo carácter, sem tabus para dizer o que deve ser sempre dito, mesmo que alguns não gostem do o ouvir, a verdade é e será sempre a salvaguarda para democracia.
Por isso é salutar que principalmente a juventude e as novas gerações saibam a verdade da nossa história para que não se voltem a cometer erros como no passado e mesmo até alguns do presente.

Um abraço