quarta-feira, maio 28, 2008

Torrente


Estamos a viver uma torrente de más notícias. Combustíveis proibitivos, taxas de juro a crescer, revisão em baixa da taxa de crescimento, subida dos preços dos bens alimentares, os nomes dos concorrentes à liderança no PSD, o prenúncio de mais 4 anos de Sócrates...

terça-feira, maio 27, 2008

Que soluções?



Fiquei agora mesmo a saber que estava completamente equivocado quanto ao ISP (imposto sobre os produtos petrolíferos e energéticos). Um amigo meu teve a gentileza de me esclarecer que o dito não era um valor percentual, mas antes um valor fixo por cada 1000 litros. Cai assim por terra toda a minha argumentação anterior. Devo reconhece-lo.

Resta-nos então procurar outras soluções.

No fundo


Foto: Oceanário de Lisboa, Agosto de 2007

segunda-feira, maio 26, 2008

Impávidos e serenos


Não entendo isto.
Diz o governo: "não é possível baixar o imposto sobre os produtos petrolíferos. Se baixarmos o imposto colocamos em risco tudo o que foi conseguido ao nível do equilíbrio das contas públicas".

Tomam-nos a todos por parvos.

Quer dizer, que se o preço do petróleo não tivesse subido da forma que subiu, para obtermos estes resultados teriam que ter subido a tava de iva para a ordem dos 30%, ou mandar fechar mais escolas e centros de saúde ou cobrar portagens nas estradas nacionais.
A agravar a situação, a candidatura que se apresenta como a provável vencedora das eleições internas do PSD, pensa a mesma coisa, ou seja, que somos todos uma cambada de totós...

O pior, é que continuamos impávidos e serenos perante estas afrontas.
Foto: Sra. Aparecida, 15 Agosto de 2007

Portugueses profundos - (Para o Catarino)

Aqui fica a minha modesta visão de um projecto que o Luis Filipe Catarino (fotógrafo Oficial da Presidência da Républlica e fundador da agencia 4see) tem desenvolvido magníficamente ao longo dos últimos tempos ao percorrer o país de norte a sul acompanhando o Presidente da Républica nas suas viagens oficiais.
Poderá ver o seu trabalho em: http://ansumane.blogspot.com/ ou em http://www.4seephoto.com/

sexta-feira, maio 23, 2008

Vidas


Há umas que são por opção, há outras que são por falta dela.

quarta-feira, maio 21, 2008

Opções Inadiáveis

Há opções que são inadiáveis.
Não é possível continuar a olhar impávido e sereno para a absoluta inércia que nos assola.
Não podemos mais cruzar os braços e olharmos por cima dos ombros dos outros para a tragédia que está escancarada perante todos nós.
É preciso projectar o futuro e não apenas gerir com a mesma mentalidade de há 30 anos.
É urgente dignificar as instituições e acabar com o "faz-de-conta".
É urgente garantir o futuro dos mais novos e dignificar o presente dos mais velhos.
É preciso firmeza e fundamentação nas decisões.
É preciso estudar e projectar antes de exigir.
É preciso agir, não basta falar.

P.S - qualquer semelhança com a realidade, será pura coincidência.

segunda-feira, maio 19, 2008

Exclusão

Vejo com preocupação, a atenção (ou falta dela) que é dada aos nossos velhos. A vida apressada que vivemos dia a dia, não compreende tempo para conversar, para dialogar com aqueles que nos criaram e nos educaram. E com essa ausência, perdem-se os valores, a cultura e os ensinamentos que nos têm para dar. Compreendo que não restem grandes alternativas às famílias, mas penso que há necessidade de criar mecanismos que sirvam de almofada a esta realidade. Nesse aspecto, a minha comunidade ainda nem deu o passo de saída, para não dizer que ainda nem equacionou o problema.

segunda-feira, maio 12, 2008

Fátima


As linhas rectas da nova igreja, parecem contrastar com as linhas "classicas" da antiga basílica. Num aspecto, a nova igreja poderá ser vista como uma obra positiva, na medida em que parece projectar a Igreja (comunidade de Fieis) para o futuro.

A Igreja é um projecto de futuro, não de passado.

Foto: Pormenor da Igreja da Santíssima Trindade com a torre da Basílica em fundo.

Solidão


sexta-feira, maio 09, 2008

Frontalidade


Gosto de pessoas frontais. Sem rodeios nem artefactos. Que não têm medo de mostrar a sua verdadeira personalidade.
Foto: Cambeses - Fevereiro 2008

E nós... pimba!




Haverá, à semelhança da música, fotografia pimba? Aquela fotografia que nos tolhe o cérebro e nos inibe de pensar, não porque nos proíba, mas porque não é necessário. É tudo tão básico, explícito que não requer esforço de reflexão. Creio que há. Procuro desviar-me desse caminho fácil e conseguir que as minhas imagens não sejam pelo menos desprovidas de uma mensagem. Podemos fotografar um pôr-do-sol magnífico e nem por isso mexer com os sentimentos das pessoas. Podemos fazer uma fotografia tremida, meia desfocada e causar uma profunda reflexão nos observadores. Veja-se por exemplo a foto vencedora do WPP deste ano.

quarta-feira, maio 07, 2008

Caminhos

Há caminhos mais à direita, há caminhos mais à esquerda...
... que seja. O importante é não continuarmos por caminhos que já está mais que visto que não levam a nada.

A pior das decisões é a inércia. Dá-nos a falsa ilusão de que estamos parados, quando na realidade não estamos. Quando paramos, objectivamente estamos a andar para trás, porque os outros não param. Basta olhar à nossa volta.

Foto: Qualquer semelhança com a realidade que nos rodeia, será pura coincidência.

Recanto dos deuses...


Há já alguns meses que não visito este lugar mágico... tenho de lá voltar

Foto: Pormenor das ruínas do convento de Banho - Vila Cova - Barcelos

terça-feira, maio 06, 2008

sexta-feira, maio 02, 2008

sinais...

Será que a bandeira assim colocada de lado, indicia alguma coisa? Que mensagem nos quer ela transmitir?
É preciso estar atento aos sinais...

foto: Ria de Aveiro - Agosto 2007
p.s - obrigado Filipe